O que não fazer quando montar seu primeiro aquário

O que não fazer quando montar seu primeiro aquário

No artigo desta semana do Blog Escola de Aquário, vamos listar alguns erros comuns que aquaristas iniciantes cometem ao montar o seu primeiro aquário. São erros que podem ser fatais aos seus peixes e acabar por traumatizá-lo (a) na sequência do hobby de criação de peixes. A melhor maneira é vir conosco para ficar por dentro do que não fazer quando montar seu primeiro aquário.

1. Comprar os peixes sem estudá-los antes

Cada espécie de peixe tem comportamentos, tamanhos e parâmetros diferentes. Comprar os seus peixes sem antes estudar sobre eles pode acarretar diversos problemas, como ataques entre os animais, por exemplo, uma vez que algumas espécies são predatórias. Há também peixes que gostam de viver em cardumes ou que não resistem se mantidos sozinhos.

Portanto, antes de comprar os seus peixes, a melhor solução é entrar em contato com um especialista apto a lhe indicar os tipos de peixes ideais para o seu projeto.

Entre em contato agora mesmo conosco para auxiliarmos você nesta primeira e tão essencial etapa. Utilize uma das opções abaixo:
Formulário online: Clique aqui
WhatsApp: Thiago Cruz
Email: [email protected]

Como leitura complementar, acesse nosso artigo Como Comprar Seu Primeiro Peixe clicando aqui.

2. Montar o aquário onde bate sol

Você não quer que o seu primeiro aquário fique tomado por algas. É muito importante montar o aquário longe da exposição direta do sol. O ambiente deve ser agradável, fresco e de preferência fechando as janelas com cortinas blackout.

3. Montar o aquário de forma apressada

É normal ser tomado(a) pela ansiedade na hora de montar o seu primeiro aquário. Porém, livre-se dela. Monte tudo com muita calma, sempre tendo em mente que uma vez que você finalmente povoar o aquário com os peixes, será difícil de ficar modificando-o, pois os bichinhos podem ficar estressados e levá-los a ficar doentes. Faça uma ciclagem da água com a finalidade de iniciar a colonização de bactérias nitrificantes, que deve durar de 15 dias a até um mês.

Verifique os parâmetros (temperatura, pH, amônia, nitrito), cheque por possíveis vazamentos, tenha certeza de que a água esteja em condições de receber os peixinhos.

Mas, se você quiser acelerar o processo de ciclagem e diminuir este período, é possível adicionar aceleradores biológicos e povoar seu aquário num curto espaço de tempo, mas tenha cautela, não exagere na ração e monitore os parâmetros para ter certeza de que o ambiente está adequado para seus peixes.

4. Usar água da torneira sem tratamento

Eis um erro muito comum cometido por aquaristas iniciantes e que pode ser extremamente prejudicial. Nunca coloque água da torneira sem antes tratá-la com condicionador de água. Encontrado em lojas especializadas, esses condicionadores reduzem a presença de cloro e ajudam a torná-la potável para os peixes.

Também recomendo que utilize um desclorificante que vá além de simplesmente remover o cloro. As melhores opções são Microblift Xtreme, Tetra Aquasafe, Seachem Prime e Aquavitro Alpha.

5. Usar filtros de má qualidade

Se você anda com pouco dinheiro para investir em bons sistemas de filtragem, adie o início do seu hobby de criação de peixes, ou comece com peixes anabantídeo, pois eles conseguem respirar o ar da atmosfera e não é obrigatório um filtro ou compressor para oxigenação.

Os filtros são parte fundamental para garantir a boa qualidade da água. Adquira um de uso externo, que fique atrás do aquário ou embaixo do móvel. Além de silenciosos, eles são discretos e não poluem a decoração.

Na parte de iluminação, opte por lâmpadas frias e, na parte de temperatura, compre um termostato. A temperatura dentro do aquário vai depender das espécies de peixes, e a redução ou oscilação dela pode ser fatal para os peixinhos.

6. A importância da manutenção

Manter uma rotina de manutenção traz diversos benefícios a médio e longo prazos. Um aquário com manutenções periódicas praticamente não dá trabalho. Tenha isso em mente quando bater aquela preguiça de realizar manutenção em seu aquário. A negligência pode levar ao caos em pouco tempo. Por isso, faça a limpeza mensal das espumas do filtro, limpe as partes internas com limpador de vidro para eliminar eventuais algas, use condicionadores à base de bactérias. Além disso, substitua de 10% a 30% da água semanalmente e sifonagem.

Como leitura complementar, saiba como montar seu primeiro aquário clicando aqui neste artigo que publicamos recentemente.

Quer mais dicas?

Se você gostou do nosso artigo e quer saber muito mais dicas, além de dar um upgrade nos seus conhecimentos em aquarismo, nós da Escola de Aquário disponibilizamos uma série de cursos e e-books especialmente desenvolvidos pelo especialista Thiago Cruz para você. Acesse nossa página de Conteúdos Gratuitos clicando aqui e, logo abaixo, acesse nossa página de Cursos. Conteúdo rico, informativo e feito sob medida para quem ama criar peixes. E em caso de dúvidas, é só deixar um comentário!

Cursos Escola de aquário

grátis

Participe do nosso grupo de aquarismo!

Junte-se ao nosso grupo no WhatsApp para tirar suas dúvidas sobre aquarismo, ficar por dentro de novidades na área e ser o primeiro a saber sobre os lançamentos de novos cursos!

Quero participar do grupo Quero participar do grupo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-book grátis:

Tudo o que você precisa saber sobre aquário plantado.

Para baixar o conteúdo, basta preencher o formulário abaixo.