Como escolher plantas para meu aquário?

Como escolher plantas para meu aquário?

Todo aquarista iniciante já deve ter se perguntado como escolher plantas para o aquário. Afinal, as opções disponíveis são muitas. Quais são as plantas mais convencionais? Quais as que melhor se encaixam para o seu aquário?

Nesta semana, o blog Escola de Aquário preparou um artigo super especial para ajudar você, amigo(a) aquarista, a tirar todas as suas dúvidas.

Encontre tudo para o seu aquário na Aquarius Hobby. Basta clicar no link abaixo:
https://www.aquariushobby.com.br/

Diferença entre plantas naturais e artificiais

Para começar nosso artigo de fato, a primeira coisa é entender a diferença entre plantas naturais e artificiais.

As plantas artificiais servem exclusivamente como decoração. Você pode ter benefícios como diminuir um pouco a agressividade de um peixe, ou até mesmo servir de abrigo para filhotes recém nascidos, mas a grande vantagem é na parte estética.

Outro ponto positivo é que Plantas Artificiais exigem baixa manutenção. Por não crescerem, você precisa apenas limpá-las a cada 15 ou 30 dias, isso vai depender da iluminação, quantidade de ração e se você possui peixes que comem algas.

Já as plantas naturais ou vivas são parte fundamental para manter o equilíbrio do ecossistema do aquário. São elas que purificam a água, eliminando o dióxido de carbono, também atuam como filtragem química, pois utilizam principalmente o Nitrogênio e Fósforo que está na água para desenvolverem.

Sem contar que elas recriam um ambiente ideal para reprodução e cultivo de filhotes, por esses e outros motivos, as plantas vão ajudar a manter seu aquário sempre saudável. Bem, só por esta explicação ficou claro qual tipo de planta optar, não é mesmo? Recomendamos plantas naturais.

Porém, como nada pode ser perfeito, cultivar plantas naturais requer maiores cuidados, manutenção e investimento. Mas, no fim, valerá – e muito – a pena, tanto para você (pela beleza), quanto para seus peixes (natureza).

Leia este artigo onde mostramos a importância de injetar CO2 no aquário plantado.

Hoje em dia já existem “marcas” que comercializam plantas naturais já com um certo padrão e isso facilita muito a vida do Aquarista, pois assim você compra e já sabe o que esperar daquela planta que vai chegar em sua casa (quando comprar pela internet). È possível também ir na loja e escolher a planta, mas nem sempre vamos encontrar uma grande variedade disponível no dia em que fizermos a visita.

A Escola de Aquário utiliza (há anos) e recomenda plantas da Chácara Takeyoshi, por se tratar de uma empresa pioneira na produção comercial e de qualidade. Sem falar do sr. Roberto Takeyoshi, que é uma pessoa muito simpática e sempre disposto a ajudar.

Aqui em nosso site você encontra um Guia Sobre Plantas Naturais, é só clicar neste link .

Também recomendamos a Aquarius Hobby como loja para quem busca adquirir plantas de qualidade. Recentemente, a empresa Aquaplante iniciou o comércio de plantas naturais criadas em laboratório. Isso mesmo, plantas que são desenvolvidas em potes, dentro de estufas e que nunca estiveram em um aquário, por isso são livres de algas e possíveis pragas.

A organização das plantas em um aquário

Para criar marcantes efeitos visuais em seu aquário, é possível combinar plantas de diferentes tamanhos e formas, porém complementares. Para isso, organize o aquário em cinco áreas principais:

Na frente, opte por plantas carpete (gramado) ou plantas menores. A ideia aqui é deixar espaço suficiente para os peixes circularem.

No meio, existem às plantas que possuem um crescimento mais lento e que fazem volume.

No fundo, é recomendado colocar plantas grandes e de crescimento rápido.

Em troncos ou rochas, podemos trabalhar com musgos que criam um efeito de envelhecimento e naturalidade.

Na superfície, coloque plantas flutuantes ou o topo de plantas altas. Só tome cuidado para não exagerar e acabar escondendo a luz necessária às plantas menores.

Os 4 grupos de plantas naturais mais populares e duas opções mais resistentes de cada grupo

Carpete

As plantas carpete ficam fixadas ao substrato e tem esse nome por justamente formar exuberantes carpetes por todo o aquário. Necessitam bastante substrato fértil, CO2 e luz para se manterem saudáveis.

Micrantemum sp. (Monte Carlo)

A Micranthemum sp. (Monte Carlo) possui uma bela coloração verde-limão e é perfeita para cobrir todo o primeiro plano do aquário, criando um bonito efeito carpete. De crescimento rápido, resistente, requer iluminação moderada para garantir crescimento regular. Não sofre grandes alterações na sua forma e cor durante a adaptação ao meio aquático.

Calitriche sp.


A Calitriche sp. é muito utilizada como planta carpete, geralmente na parte frontal do aquário com a finalidade de cobrir o substrato. Dentre suas características mais marcantes, a Calitriche sp. apresenta crescimento acelerado, folhas em um formato bonito e de tamanho pequeno. Por justamente possuir um crescimento acelerado, a planta deve ser controlada com podas frequentes, ao tempo em que ela necessita de uma boa fertilização líquida e injeção de Co2.

Comum

As chamadas plantas aquáticas comuns são encontradas em porte médio, sendo uma excelente opção para decoração e manutenção do aquário. Em lojas especializadas, é possível encontrar em diferentes cores, padrões e características para todos os gostos e bolsos.

Planta de frente: Eleocharis mínima

Muito usada como planta carpete. As folhas atingem no máximo 10 centímetros, podendo se espalhar bastante conforme crescimento. Gosta de muita iluminação e substrato fértil.

Planta de frente também muito usada como planta carpete. As folhas atingem no máximo 10 centímetros, podendo se espalhar bastante conforme crescimento. Gosta de muita iluminação, CO2 e substrato fértil.

Planta de meio: Hydrocotyle Tripartita

A Hydrocotyle tripartita é uma planta carpete de crescimento relativamente rápido desde que plantada sobre um substrato fértil. Ideal para parte frontal do aquário, pode ser também plantada sobre cavidades e tronco.

Planta de fundo: Hygrophila polisperma

A Hygrophila polisperma (Rosanervis) foi inicialmente cultivada na Flórida (Estados Unidos) e possui uma linda coloração que se deve à uma infecção de um vírus inofensivo para a planta. Para manter sua cor sempre vibrante, é recomendada iluminação intensa e adição de CO2. Por ser uma planta de crescimento muito rápido, necessita constantes podas. Sua propagação é feita através do corte e replantio do ramo.

Bolbits heudelotii

Ideal para aquários grandes, é um tipo bem comum de planta aquática. Atinge até 40 centímetros, sendo perfeita para o fundo. Seu crescimento é lento e necessita substrato pouco fértil.

Musgo

Musgo de Java

Planta de fácil manutenção, perfeita para aquaristas iniciantes e experientes. Alcança até 8 centímetros e se adapta super bem com qualquer tipo de peixe.

Musgo Fontinalis Antipyretica (Willow moss)

Este musgo apresenta bom desenvolvimento tanto em águas quentes como em águas frias. Ideal para aquários com camarões, pois proporciona condições favoráveis aos adultos e proteção aos filhotes. É um dos maiores musgos utilizados no aquarismo, quase confundido com uma planta devido ao seu tamanho. (referência: Aquaplante – link original).

Flutuante

Azolla filiculoides (murere rendado)

Belíssima planta flutuante ideal para aquários de pequeno porte. Seu formato realmente chama a atenção por lembrar rendas.

Ideais para a superfície, são usadas para ajudar na filtragem da água, além de criar espaços de sombreamento para os peixes se esconderem.

Nymphaea lotus

A Nymphaea lotus se originou na África e acabou se espalhando por todo o mundo. Trata-se de uma belíssima planta para compor a decoração em lagos externos. Em aquários, necessita de iluminação intensa e de podas regulares das folhas que procuram a superfície. Sua propagação é feita através de estolões.

Deixe o seu comentário!

Gostou da matéria? Conte-nos o que você achou! Deixe o seu comentário aqui em nosso Blog ou através da nossa Página de Contato clicando aqui.

grátis

Participe do nosso grupo de aquarismo!

Junte-se ao nosso grupo no WhatsApp para tirar suas dúvidas sobre aquarismo, ficar por dentro de novidades na área e ser o primeiro a saber sobre os lançamentos de novos cursos!

Quero participar do grupo Quero participar do grupo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-book grátis:

Tudo o que você precisa saber sobre manutenção de aquário.

Para baixar o conteúdo, basta preencher o formulário abaixo.